Engenharia Industrial e Sistemas Eléctricos

Grau: Licenciatura
Duração: 5 Anos
O curso de Engenharia Industrial e Sistemas Eléctricos tem por objectivo principal formar Engenheiros habilitados a exercer a sua actividade com rigor científico e actualidade tecnológica, adequados à realidade do País. Está estruturado de modo a proporcionar uma formação marcadamente prática e experimental ao nível do bacharelato e um maior aprofundamento científico na licenciatura de modo a estimular o aluno para a investigação científica. O Engenheiro Industrial e de Sistemas Eléctricos diplomado pela UMA, pela sua versatilidade, tem um vasto campo de aplicação dos seus conhecimentos estando preparado para exercer a sua actividade nas áreas da produção, transporte, distribuição, processamento e utilização da energia eléctrica. A produção, o transporte, a distribuição, o processamento e a utilização da energia eléctrica continua a ser actualmente, uma das áreas mais relevantes da engenharia electrotécnica. Sem um fornecimento seguro, fiável e económico desta forma de energia, a sociedade moderna ficaria incapacitada. O sistema de energia eléctrica compreende as centrais eléctricas, as redes e as cargas – com dimensão à escala continental, resultante da interligação entre os sistemas nacionais – constitui um dos mais complexos sistemas jamais concebidos por cientistas e engenheiros. Este domínio tecnológico abrange a conversão electromecânica de energia, a produção convencional e descentralizada, o transporte e distribuição em (muito) alta, média e baixa tensão, a análise de redes e sistemas de energia, as máquinas eléctricas, a electrónica industrial e de energia, o controlo dos sistemas e dos accionamentos, a protecção automática dos equipamentos e instalações e a qualidade da energia eléctrica. A reestruturação que em todo o mundo se tem vindo a operar no sector eléctrico – tradicionalmente assente em monopólios naturais – visando a criação de um ambiente mais competitivo – bem como os progressos no uso da energia eléctrica – na indústria, nos serviços, nos transportes e nas residências – permite antever um crescimento sustentado das oportunidades profissionais para os licenciados que optem por esta área de especialização. A metodologia de aprendizagem aposta no uso de equipamentos laboratoriais actuais, e presentes na actividade industrial, bem como de mais modernos meios computacionais de cálculo e de simulação.
As competências adquiridas, para além das inerentes à especificidade do curso, permitem ainda o desempenho de funções ao nível das chefias intermédias e de direcção em industriais, de comércio e prestação de serviços, em sectores de actividade inerentes à engenharia electrotécnica relacionados com:

• Produção de Energia Eléctrica (convencional e descentralizada)

• Transporte de Energia Eléctrica

• Distribuição e Processamento da Energia Eléctrica

• Conversão Electromecânica

• Redes de Energia Eléctrica

• Instalações Eléctricas

• Máquinas Eléctricas

• Electrónica Industrial

• Controlo de Sistemas e Accionamentos Eléctricos

• Protecção de Equipamentos e Instalações Eléctricas