blog-img

ENGENHEIRO ANSELMO TOMÁS INDICA COMO REDUZIR O CONSUMO DE ELECTRICIDADE EM TEMPO DE CONFINAMENTO

admin | Eventos da Universidade

Ficar em casa é uma das mais recomendáveis forma de vencermos a pandemia da Covid-19 e esta realidade obriga a um consumo mais elavado da electricidade.

Por formas ajudar as famílias no uso racional da electricidade nesta fase em que quase todos estão em casa, a Universidade Metodista de Angola ouviu o professor e Director do Curso de Engenharia Industrial e Sistemas Eléctricos da Universidade Metodista, Engenheiro Anselmo Gomes Tomás.

Na opinião do professor "devemos minimizar ao máximo o consumo da electricidade para aquilo que é essencial, permitindo assim que outros tenham também acesso ao mesmo. Cada vez que eu ligo um aparelho em minha casa, mais energia será desviada para a minha casa e portanto mais consumo terei e isso ocorre instantaneamente."

Engenheiro Anselmo Gomes Tomás salienta ainda que nesta fase de confinamento o uso racional da electricidade deve passar na utilização correcta dos dispositivos, como desligar TV, computadores, aparelhagens de som quando ninguém as estiver a usar; Desligar lâmpadas de compartimentos que não estejam a usar; Quando possível, usar ventilação natural e desligar os aparelhos de ar-condicionado (que são o maior peso no consumo residencial de energia em regiões quentes); Retirar carregadores das tomadas quando não estão a carregar; Buscar outras formas de entretenimento que não usem electrodomésticos (ler, fazer jogos de tabuleiro, jogos de quintal); Evitar banhos de chuveiro prolongados; Evitar deixar arca/geleira abertas durante muito tempo.

O Director do Curso de Engenharia Industrial e Sistemas Eléctricos da Universidade Metodista salientou ainda que “a electricidade é, na actualidade, um bem tão essencial como muitos outros, pois ela é o sustento do conforto e comodidade em nas nossas casas”. Finalizou.

  • Partilhar :

Rua Reverendo Agostinho Pedro Neto, esquina com rua Nossa Senhora da Muxima, Bairro Kinaxixi, Luanda.

2020 © Todos os direitos reservados à Universidade Metodista de Angola